domingo, 27 de fevereiro de 2011

Briga na Praia

Hoje eu presenciei uma situação lamentável. Como geralmente faço aos fins de semana, fui andar de skate da praia do Recreio aqui no Rio de Janeiro. Parei em um banco pra descansar e beber uma água, eu estava em frente à um posto (aqueles que são numerados, onde ficam os salva-vidas e os banheiros). De repente eu ouvi um barulho, com várias pessoas gritando e percebi que era uma discussão. O motivo era uma moça que entrou no posto com o cachorro, o que não pode, só que o “dono” do posto estava xingando a mulher, gritando e ofendendo. A senhora estava assustada e estava saindo com o cachorro do posto sem falar nada. Até que ela disse que ele poderia ser mais educado ao falar com as pessoas, ele se demonstrava agressivo e por um momento achei que fosse agredir a moça fisicamente.
Finalmente a mulher decidiu chamar a polícia, e o “machão” amarelou, disse que ela não tinha testemunha. A moça foi embora e acabou não chamando a polícia. O cara estava sem camisa e parecia estar alcoolizado, ou seja, nada o identificava como guardião do posto. E outra coisa, eu duvido que ele daria uma de “macho man” se quem estivesse entrando com um cachorro no posto fosse um marombeiro com um pitbull. Não nego que a moça estava errada, mas para isso existem funcionários, como ele, para informar de forma educada. E o que me deixou mais triste foi ver os salva-vidas presenciando tudo e não fazendo nada, eles como autoridades no momento deveriam intervir.
Uma dica pra todos, se um babaca desses se meter com vocês chamem a polícia. Não vale à pena brigar. Uma vez alguém me disse: “Para meus inimigos a lei.” E isso é verdade, qualquer problema deve ser resolvido com a justiça. Por mais que seja trabalhoso, vale a pena.

Até a próxima!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário